15 de ago de 2010


Hoje me sinto despida de tudo que trouxe até agora comigo... Não sei se estou pronta para nova vida que me espera, mais pelo menos estou indo de coração e alma abertos para a experiência que está por vir.
Me pego muitas vezes nesses últimos momentos em pânico extremo a ponto de explodir de ansiedade e de medo também... Não sei onde esse caminho vai me levar, mas tenho a certeza que vou chegar onde tenho que ir, onde preciso ir... Foram tantas descobertas, tantas lutas travadas contra mim mesmo e de uma certa forma consegui vence-las e vencer a mim mesmo... Sei que posso chegar sempre onde menos espero, é só encontrar o sentido de tudo...
Aprendi a viver em harmonia comigo e fiz da solidão amiga conselheira, nela encontro a paz que necessito para aceitar a vida e o destino da forma que nos é imposto... Não vou dizer que seja fácil, mas tudo é questão de prática, de exercício... E assim se vai vivendo um dia após o outro... Um dia de cada vez...

Ana Carolina

11 de jul de 2010



Tem momentos na vida que só um abraço sincero resolve e alivia muita coisa...

23 de mai de 2010

Ontem assistindo a novela escrito nas estrelas, ouvi essa musica e recordei de tanta coisa... Pai, como você faz falta... Já se foram doze anos e ainda parece que foi ontem a sua partida!!!!
Pra você fica todo meu amor e carinho!!!!!!

Pai

Composição: Fábio Jr.


Pai!
Pode ser que daqui a algum tempo
Haja tempo prá gente ser mais
Muito mais que dois grandes amigos
Pai e filho talvez...

Pai!
Pode ser que daí você sinta
Qualquer coisa entre
Esses vinte ou trinta
Longos anos em busca de paz...

Pai!
Pode crer, eu tô bem
Eu vou indo
Tô tentando, vivendo e pedindo
Com loucura prá você renascer...

Pai!
Eu não faço questão de ser tudo
Só não quero e não vou ficar mudo
Prá falar de amor
Prá você...

Pai!
Senta aqui que o jantar tá na mesa
Fala um pouco tua voz tá tão presa
Nos ensine esse jogo da vida
Onde a vida só paga prá ver...

Pai!
Me perdoa essa insegurança
Que eu não sou mais
Aquela criança
Que um dia morrendo de medo
Nos teus braços você fez segredo
Nos teus passos você foi mais eu...

Pai!
Eu cresci e não houve outro jeito
Quero só recostar no teu peito
Prá pedir prá você ir lá em casa
E brincar de vovô com meu filho
No tapete da sala de estar
Ah! Ah! Ah!...

Pai!
Você foi meu herói meu bandido
Hoje é mais
Muito mais que um amigo
Nem você nem ninguém tá sozinho
Você faz parte desse caminho
Que hoje eu sigo em paz
Pai! Paz!...




14 de mai de 2010

É o 2º ano em que se celebrará o DIA MUNDIAL DA ESCLEROSE MÚLTIPLA, criado com intenção de chamar a atenção da sociedade civil e poderes públicos para os problemas enfrentados pelos portadores desta estranha doença.
Ficou estipulado que se celebraria a data na última 4ª-feira do mês de Maio, que este ano, calha no dia 26.


"As pessoas com EM têm necessidades complexas e actualmente estas não são satisfeitas adequadamente em nenhuma parte do mundo."
A esclerose múltipla (EM) é uma doença crónica e frequentemente incapacitante. É uma das condições neurológicas incapacitantes mais comuns entre os jovens adultos no hemisfério norte. Afecta cerca de três vezes mais as mulheres do que os homens, e os seus sintomas começam a manifestar-se habitualmente a partir dos 30 anos de idade, muitas vezes uma fase crítica da vida adulta. Mais de 2,000,000 de pessoas sofrem de EM em todo o mundo.
A EM resulta de danos na mielina - o revestimento protector em volta das fibras nervosas do sistema nervoso central (cérebro, espinal medula e nervos ópticos). Quando a mielina é danificada interfere com as mensagens entre o cérebro e as outras partes do organismo, sendo que isso pode também resultar em danos permanentes nas próprias fibras nervosas.
Os sintomas variam muito e incluem visão turva, perda de força nos membros, dor, distúrbios da bexiga, inquietude e fadiga. Para algumas pessoas com EM, a doença é caracterizada por períodos de recaída e remissão, enquanto que em outras pessoas esta apresenta um padrão progressivo. Para todas elas, a vida com EM é imprevisível.
Alguns dos aspectos mais complexos que afectam as pessoas com EM incluem a falta de acesso adequado à informação e à educação pública, a falta de apoio social, a necessidade de aconselhamento e apoio relativamente ao emprego, seguros de doença e segurança social, e a disponibilidade limitada de tratamentos modificadores da doença, outras terapêuticas e reabilitação.

30 de abr de 2010


"Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim."

Chico Xavier

Acho que não preciso dizer mais nada...rsrs Essa frase por si só já diz tudo.
É o que tem pra hoje!!!!

9 de abr de 2010

Olá!! Hoje vou falar de uma coisa grandiosa e muito importante que aconteceu em minha vida... VOU SER MÃE!!!!!
Que aventura para uma mãe de primeira viagem e com tantas limitações como eu, mas acima de tudo é mais um desafio e um presente que a vida me concedeu, pois para mim essa dádiva parecia quase que impossível...
Mas... A vida sempre nos surpreende e nos mostra a cada segundo que é possível superar todo e qualquer obstáculo, por mais difícil que pareça.
Ser Mãe pra mim significa muito, acho que acima de tudo uma superação física e psicológica, uma prova real de que sou capaz de ir onde a minha força de vontade imaginar... E o mais engraçado é que esse pedacinho de gente ainda nos dá uma força e uma vontade de lutar inimaginável, faz crescer dentro da gente um amor muito além do amor que conhecíamos até então, você se torna capaz de tudo, de enfrentar qualquer dificuldade em prol de uma vida tão pequena...
Quando descobrir que estava gravida quase morri de medo, pois veio em um ano onde havia passado por tantos procedimentos médicos e ainda sem um diagnóstico definido... Foram tantas ressonâncias, tantas tomografias, tantas internações, tantas medicações fortes e a sombra de uma doença complicada... E mesmo assim esse milagre me aconteceu e olha que o cuidado era extremo na pequena possibilidade... E ainda assim aconteceu... Pronto uma realização de mulher, sentir capaz de gerar uma vida!!!
Parecia tudo lindo e cheio de surpresas... Realmente cheio de surpresas... Voltando ao neuro pra dar a noticia, cheia de medo do que poderia ouvir, acabei ouvindo o que não queria... Junto ao meu presente veio a possibilidade da Esclerose múltipla, uma sombra que me perseguia há um ano e meio sem confirmação e quando me pego num momento tão feliz, ela simplesmente reaparece com mais força... Hoje olhando e lembrando esse dia penso que foi uma forma que Deus encontrou de paliar a noticia tão impactante em minha vida, que na verdade muda a vida inteira... Nunca me imaginei em uma situação assim, diante de um obstáculo tão grande como essa doença, mas hoje tenho certeza e motivos para lutar contra ela, agora com muito mais força...!!!
Mas deixando essa parte da minha vida para uma outra postagem, quero dizer que me sinto uma pessoa realizada e pronta pra lutar de todas as formas e ser feliz, porque esse é o objetivo principal da vida!!!!!!

Ana Carolina Sousa
Vou começar com essa frase de Charles Chaplin que me significa tanto...

" A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos."

Realmente não temos a chance de um replay pra consertar o que achamos de errado ou de injusto na vida, ela simplesmente segue seu curso e agente é que correr atrás para acompanhá-la... E o pior de tudo é que não percebemos que não existe tempo para lamentos, para sentir pena de nos mesmos... Não adianta, o tempo não volta atrás para sermos os mocinhos da historia, temos que nos contentar mesmo é com o simples fato de podermos recomeçar todo dia e a cada dia...
Eu programei um conto de fadas para minha vida, o problema é que ele não aconteceu... Não da forma que eu imaginei... De Cinderela a gata borralheira, essa foi a inversão...rsrsr Mas tudo bem, nesse processo eu aprendi, reaprendi, cai, levantei diversas vezes... Fui triste, fui feliz... Tentei encarnar personagens pra vê se no palco da vida passava despercebida ou aplaudida na glória, mas não funcionou... Porque o único personagem permitido é ser você mesmo, sem mascaras, sem truques... Apenas você... porque afinal a vida lhe foi dada sem permissão para disfarces, mas sempre se tentar burlar certas regras.
Mas o bom da experiência é poder se auto ajustar, e eu aprendi isso. Com minhas fraquezas, encontrei força, com a solidão me conheci de verdade e hoje posso ser completamente eu no palco na vida...!

Ana Carolina Sousa

6 de abr de 2010

Outra música que amo e que faz parte da minha história hoje...


Primeiros Erros

Capital Inicial

Composição: Kiko Zambianchi


Meu caminho é cada manhã
Não procure saber onde estou
Meu destino não é de ninguém
Eu não deixo os meus passos no chão

Se você não entende, não vê
Se não me vê, não entende
Não procure saber onde estou
Se o meu jeito te surpreende

Se o meu corpo virasse sol
Minha mente virasse sol
Mas, só chove e chove
Chove e chove

Se um dia eu pudesse ver
Meu passado inteiro
E fizesse parar de chover
Nos primeiros erros

O meu corpo viraria sol
Minha mente viraria
Mas, só chove e chove
Chove e chove

5 de abr de 2010

Hoje escutei essa música e me senti tocada por ela...

Sutilmente

Skank

Composição: Samuel Rosa / Nando Reis

E quando eu estiver triste
Simplesmente me abrace
Quando eu estiver louco
Subitamente se afaste
Quando eu estiver fogo
Suavemente se encaixe

E quando eu estiver triste
Simplesmente me abrace
E quando eu estiver louco
Subitamente se afaste
E quando eu estiver bobo
Sutilmente disfarce
Mas quando eu estiver morto
Suplico que não me mate, não
Dentro de ti, dentro de ti

Mesmo que o mundo acabe, enfim
Dentro de tudo que cabe em ti
Mesmo que o mundo acabe, enfim
Dentro de tudo que cabe em ti

E quando eu estiver triste
Simplesmente me abrace
E quando eu estiver louco
Subitamente se afaste
E quando eu estiver bobo
Sutilmente disfarce
Mas quando eu estiver morto
Suplico que não me mate, não
Dentro de ti, dentro de ti

Mesmo que o mundo acabe, enfim
Dentro de tudo que cabe em ti
Mesmo que o mundo acabe, enfim
Dentro de tudo que cabe em ti
Mesmo que o mundo acabe, enfim
Dentro de tudo que cabe em ti
Mesmo que o mundo acabe, enfim
Dentro de tudo que cabe em ti.



11 de mar de 2010

Ai, ai... Hoje vou começar assim.
Ontem foi meu aniversário e mais uma vez fiquei feliz em saber que tenho amigos e que além disso são pessoas super especiais em minha vida!!!! Como é bom se sentir querido, amado... Me senti assim!!
Mas a noite quando fui dormir, na calma e na paciência do meu travesseiro, tantas coisas me vieram a cabeça e lá veio a sessão nostalgia... Nossa, não consegui conter as lágrimas de saudade, de decepção, de felicidade, de medo... Tantos sentimentos misturados e uma confusão em meu coração. Como é possível se sentir assim? É muita coisa de uma vez só pra um coração...rsrrsrs
Fiquei me lembrando da infância, do meu pai que pra mim era mais que especial e que agora não está mais aqui... Da luta da minha mãe para que tivéssemos um futuro diferente do seu... Dos sonhos que tinha e que se tornaram tão diferentes do original...rsrsrrs E da minha nova condição e do novo presente que a vida me deu!!!!
Engraçado como consegui entender tantas coisas do meu passado, e isso sei que foi por causa da condição de ser mãe!!! Hoje entendo quando minha mãe dizia: " Quando você for mãe vai entender..." e realmente, ser mãe torna tudo diferente, e olha que ele ainda tá aqui guardadinho na minha barriga...
Mas enfim, pensar, pensar... Chorar, chorar...rsrsr
Mais outro dia amanhece e temos oportunidade de entender o milagre da vida!!!!!


Ana Carolina






2 de mar de 2010




















Engraçado como a vida nos leva cada vez mais por caminhos misteriosos... E o mais engraçado é que passei boa parte da vida planejando tudo que iria fazer e como seria minha vida... Que grande engano, a vida não permite certos planejamentos, "certas certezas" do futuro... Acho que o mágico mesmo é o inesperado!!!
Não posso dizer que agora sou infeliz pelas mudanças, mas acho que me agarrei tanto as minhas certezas que acabo as vezes me sentindo frustrada por tantas promessas feitas e não cumpridas, que talvez não tenha mais a chance de cumpri-las, no máximo recomeçar diferente...
Enxergar a vida diferente não é o bastante, é preciso viver diferente também.

Ana Carolina