23 de mai de 2009

Esta chegando à hora da verdade e derrepente tudo começa ter um tom diferente...

Engraçado, passei todos esses dias, meses, me preparando para ouvir qualquer coisa a respeito do meu diagnostico e agora chegando o momento da verdade sinto um “Q” de desespero, pânico talvez...

Não sei explicar o porque desse sentimento, acho que é a confirmação das mudanças, a inevitável hora de encarar a realidade, que algumas coisas não tem mais volta, que os velhos sonhos estão realmente deixados de lado, que a palavra recomeçar agora vai ter seu real significado.

Tento encarar meus medos de frente e olhar tudo isso como um aprendizado, ou em outras palavras como a evolução da minha alma... Acredito no destino, e sei que temos que encará-lo e levá-lo até o fim da melhor forma possível. Sei que agora vou estar de frente a ele.

Sei que Deus vai estar comigo e me dará sempre a força que às vezes penso estar perdendo, pois todos os dias quando acordo, repito o meu lema agora: “Um dia de cada vez”... E assim começo todo dia pedindo a Deus a força necessária para enfrentar tudo isso com serenidade e com a força dos guerreiros.

Bem, com a intimidade que tenho com ele: Seja o que o CARA lá de cima quiser...

Ana Carolina




6 de mai de 2009


Hoje é dia de desabafo, de cuspir aquilo que me massacra por dentro...
É dificil ser forte o tempo todo, fingir que tudo esta normal, que é passageiro, que tudo vai voltar a ser como era antes... E o pior é ouvir todo mundo repetir que irei ter uma VIDA NORMAL!!!
Dá é vontade de berrar quando ouço isso. VIDA NORMAL, balela. Tenho que readaptar toda a minha vida, zerar tudo, recomeçar tudo de novo, e pior, diferente, me adaptando as limitações que me foram impostas, abandonando sonhos que levaram anos para serem construídos e deixar para trás tudo aquilo que amava fazer e simplesmente recomeçar... Nossa foi tão difícil chegar ate onde havia chegado, foi tanta coisa deixada de lado, tanta coisa que não me permitir viver... Tudo em prol de sonhos, de objetivos... E chamam isso de voltar ao Normal... kkkkk Chega a ser irônico ouvir isso...
Para mim, NORMAL, ou aparentemente NORMAL é quem anda sem dificuldades, se veste, toma seu banho, come sua comida, consegue ler, escrever, contar (sim, contar os números certinhos, sem pular os ímpares... rrsrs) como eu faço agora, ir onde se quer, com seu direito de ir e vir sem limitação, sem amarras. Para mim, isso é voltar ao NORMAL!!!!
O que vou fazer agora é aprender a ser diferente, viver diferente... Não me entendam mal, não estou PRÉ-CONCEITUANDO nada, por que também aprendi viver bem assim, descobrir uma forma diferente de ser feliz. Entendi que era preciso passar por esses obstáculos para aprender a dar valor muita coisa que tinha do meu lado e não enxergava... Simplesmente não enxergava...
O quero dizer na verdade é que aprendi a ver a vida de um angulo diferente, que muita gente não consegue ver e entender dentro da sua NORNALIDADE!!!!! Foi preciso uma mudança drástica em minha vida para poder dar valor a coisas tão simples, tão pequenas aos olhos da gente, mas que fazem muita diferença...
O que quero dizer hoje, é que não é fácil mudar tudo de uma hora para outra, que é complicado lidar com coisas antes estranhas para você, à dor física, psicológica. É torturante acordar todos os dias e não saber o que este dia me reserva, que tipo de dor irei sentir, que técnica vou desenvolver para fugir dela...rsrsrs É difícil descobrir que o futuro é incerto - apesar de saber também que é incerto para qualquer um - mas para mim ele já tem um sabor diferente, quando acordo todos os dias e me levanto, sei que perdi alguma coisa no meu corpo, pequenas as vezes, mas que fazem muita falta... Ainda estou aprendendo a lidar com isso, mas saibam não é fácil dizer a si mesmo que não pode desistir!!!
Gostaria de poder dizer e fazer com que pessoas ditas NORMAIS, entendessem o real sentido da vida, de ser feliz... Às vezes escuto alguém dizer que senti medo, culpas, que não tem coragem de mudar sua vida, fazem o que não gostam, almejam coisas sem sentido algum, querem ser Deus e resolver todos os problemas do mundo e acaba se perdendo neles... Queria poder dizer que estão perdendo um tempo precioso demais, a vida realmente é muito curta para se perder tempo, pra ser infeliz. Medo é algo compreensível, todo mundo senti alguma ou muitas vezes na vida, mas covardia é inaceitável!!! Pense no que você esta fazendo contigo mesmo, pode não ter outra oportunidade para mudar ou voltar atrás, o tempo nunca volta, cada dia é um dia a menos que temos pra ser feliz, para realizar aquele sonho, para dar aquele abraço, para dizer a quem se ama o quanto ela é importante para você... Não perca esse tempo, nem deixe que a vida te coloque de frente a um abismo para poder perceber isso, é literalmente doloroso demais aprender com a dor, não queira passar por isso. Se puder mudar uma coisinha se quer no seu dia a dia pra se sentir melhor, mude! Vai ver como faz diferença. Descobri que sempre tem uma luz no fim do túnel...kkkk


Ana Carolina


5 de mai de 2009


Engraçado, fico olhando o horizonte e tentando imaginar o que me aguarda no futuro...
Mas que tola sou, a única coisa de concreto que tenho é o presente, o agora... Amanhã é tão incerto, tão sem sentido, e as vezes tão assustador!!!
É perda de tempo, de forças, ficar imaginando o que ainda não aconteceu... É uma tortura sem fim
planejar aquilo que ainda estar por vir, ou que talvez nem venha... kkkkk!!!
Quer saber, quero dar uma de louca e viver sem motivos aparentes para ser feliz, sorrir
pelo prazer de saborear a doçura do sorriso, chorar quando der vontade, como criança que perdeu o doce!!!
E como dizem por ai: "O futuro sempre está começando agora." Para que ficar tentando antecipar...

Ana Carolina

Lição de Vida

Aprendi que se aprende errando.
Que crescer não significa fazer aniversário.
Que o silêncio é a melhor resposta, quando se ouvem parvoíces.
Que trabalhar significa não só ganhar dinheiro.
Que conquistamos amigos mostrando quem somos.
Que os verdadeiros amigos ficam sempre até ao fim.
Que a maldade se esconde atrás de uma bela face.
Que não se espera a felicidade chegar, mas procura-se por ela.
Que quando se pensa saber tudo quer dizer que ainda não se aprendeu nada.
Que a natureza é a coisa mais bela da vida.
Que amar significa entregar-me por inteiro.
Que um só dia pode ser mais importante que muitos anos.
Que se pode conversar com estrelas.
Que se pode confessar com a lua.
Que se pode viajar além do infinito.
Que ouvir uma palavra de carinho faz bem à saúde.
Que dar uma carinho também faz...
Que sonhar é preciso.
Que se deve ser ciança a vida toda.
Que o nosso Ser é livre.
Que o julgamento alheio não é importante.
Que o que realmente importa é a paz interior.
E, finalmente, aprendi que não se pode morrer, para se aprender a viver.

Autor desconhecido mas tem toda a razão.

Descobrir que escrever alivia tensões... Que desabafar escrevendo tem uma eficácia sem igual, assim agente fala para si mesmo e de certa forma também acaba compreendendo o que se passa por dentro, as emoções muitas vezes conturbadas e cheias de duvidas...
Para mim se tornou uma terapia de auto-conhecimento, quando sinto que chego em meu limite, extravaso colocando tudo pra fora cuspindo letras que se transformam no bolo que estava entalado em minha garganta... Depois disso me sinto leve, renovada...
Realmente as letras podem ser mui amigas!!!! kkkkkkk

Ana Carolina

4 de mai de 2009


Quem faz nossos limites somos nós mesmo... Não há limites quando a vontade de viver é maior que os obstáculos!!!!!
Sempre é
possível recomeçar de um jeito diferente, até mesmo inusitado...

Ana Carolina